latentes viagens

Este espaço é um experimento aberto, amplo, intuitivo e original. Liberto das amarras acadêmicas, sistêmicas e conceituais, sua atmosfera é rarefeita de ideias e ideais. Sua matéria prima é a vida, com seus problemas, desafios e dilemas. Toda angústia relacionada ao existir encontra aqui seu eco e referencial. BOA VIAGEM!

escrevo com sangue
na presença da dor
martírio invisível
suportado pelo amor

agradeço ao Criador
pelo dom da Vida
peço Entendimento
Coragem e Sabedoria

pois não é impossível 
na luz caminhar
os tempos são difíceis
é necessário buscar

ando com respeito
com dignidade
de cabeça erguida
aberta à realidade

passeio pela cidade
muita gente se diverte
pelo brilho da noite
a maioria se perde

ninguém se reconhece
na louca insanidade
poucos são escolhidos
raros são os de verdade

que nem marionete
no palco manipulado
repetindo o discurso
reproduzindo o Estado

permanece sentado
na praça observando
enquanto sua vida
pelo tempo vai passando

me pergunto até quando
conseguirá esperar
algo de novo acontecer
para enfim poder mudar

é hora de correr
de querer levantar
nada temos a perder
somente a ganhar

enquanto a casa cai
o castelo desmorona
desarme o seu circo
corra com a sua lona

na frente de batalha
cara a cara com o inimigo
legião de demônios
e de anjos decaídos

as armas são as mesmas
utilizadas no início
vaidade e orgulho
e a chaga do egoísmo

qual será seu vicio
a sua fissura
onde se oculta
a sua verdade crua 

a alma está nua
límpida cristalina
ou presa pelo véu
o manto da hipocrisia

quanta ironia
vejo desfilar
enquanto alguém chora
outro está a gargalhar

na mesa ou no altar
invoque sua reza
poesia recita
profecia do profeta

Praça da Bandeira,
Meia laranja e Urubu
Vale da Borboleta,
Poeira d´agua e Bambu
 
 
Morro do Cruzeiro
Pirineus e Caveira
Morro da Panela
Pinguda e Cadeia

Catedral, Rosário
Igreja de São José
Espiritismo, Umbanda
Terreiro de Candomblé

Tem rua das Flores
dos Médicos e do Sapo
Avenida Getúlio Vargas
dos Expedicionários

Bairro do Limoeiro
Bandeirantes, Bela Vista
Alto do Cemitério
 Alto da Ventania
 
Providência, Piacatuba
Tebas, Abaíba 
Ribeiro Junqueira
enfeita nossa colina
 
 
feita de poesia
envelhecida no carvalho
Leopoldina Minas
nosso sutil relicário
 
 
músicos, poetas
artistas e atores
comungo seus ideais
partilho de seus amores


Na cidade de augustos,
sérgios e rafaéis,
eterniza poesia,
música e pincéis

O saudosismo
ingênuo de outrora
respira as margens
deste tempo de agora

és eterna Atenas
do berço da Mata
mineira gostosa
sua cultura resgata

quantos livros lidos
revistos,  analisados,
quantos filhos perdidos
rendidos, embriagados
quantos preconceitos
na mente enraizados
diante de um perigo
um aviso de cuidado
orai e vigiai
sempre que necessário
nada é proibido mas
nem tudo nos convém
alguns dizem aleluia
outros dizem amém

Cansado de esmolas,

histórias, milhões de credos

Quero as chaves da porta

deste meu EU mistério

Estou fundido na hora

com estrumes, cogumelos

No paraíso pressinto

o fim do nosso inferno

sou escravo da alma,

descendente do universo

não tem cor nem pecado

somente um réu confesso

sinto ligeiro arrepio

sonora realidade

sou poeta da vida

o seu porta estandarte

não tem inicio nem fim

nem mesmo finalidade

ao presente se estende


o desejo de liberdade 


ser senhor de si mesmo

criador de sua arte

fico me questionando
qual será o meu lugar 
neste mundo atrasado
criado pra me provar
feito bicho enjaulado 
tentando se rebelar
preso na selva de pedra
louco pra se libertar
sinto dentro do peito
uma vontade de gritar 
a vida vai passando
e parece anestesiar
além dos meus sentidos
minha sede de mudar
sou a voz que vem de dentro
que nunca vai te deixar

nem por um segundo
pense em acomodar
pois a vida acontece
somente pelo buscar
qual será meu destino
impedido de sonhar
querem me convencer
que devo me contentar
com uma vida medíocre
sem o direito de tentar
como posso ser omisso
passivo e aceitar
aquilo que me dizem
sem sequer questionar
não vou viver mentindo
fingindo ignorar
aquilo que eu sinto 
para outro agradar 
por aquilo que acredito
devo sempre lutar
mesmo que o mundo 
ignore o meu penar 
não posso me render
nunca vou me entregar
a vida vale mais
é preciso acreditar
sinto imensa força
invisível a me guiar
tentando me convencer 
que devo modificar
minha forma limitada
e pequena de pensar 
pois somente isso
me impede de voar
novos horizontes
espaços delimitar
não me identifico
não consigo me adequar
é difícil para mim 
todo dia acreditar
que devo viver
uma vida sem criar
só queria um motivo
para poder acordar
muito além do dinheiro
e das contas pra pagar
que me desse um sentido
vontade de realizar
e nunca mais fazer
o que outro mandar 
agindo com cuidado
até para se expressar
pois o menor gesto
pode me denunciar
uma alma pensante
difícil de dominar
que não age por agir
e nem fala por falar
não vim passar o tempo
muito menos me curvar
eu vim para vencer
pra poder conquistar
mais um leão ativo
da famosa de Judá
se nasci para isso
preciso me reinventar
novo estilo de vida
maneira de caminhar
uma forma diferente
permanente de pensar
sobrevivo neste mundo
somente com minha arte
desenvolvendo no tempo
fazendo a minha parte
sei que certas faculdades
precisam ser cultivadas
no silêncio dos dias
nas horas bem empregadas
todas habilidades
pra serem desenvolvidas
precisam de um tempo
dedicação exclusiva
entrego minha vida
renunciando às vontades 
mesmo que não acredite
deste mundo faço parte
defendo o que acredito
construindo identidade
rap é meu passaporte
com destino à liberdade
pagando alto preço
por viver pela verdade
não nos levam a sério
esta é a realidade
vejo vários filhos
perdidos pela cidade
esquecidos de si mesmos
vivendo pela metade
cansado de escutar
só papo derrotista
procure o meu nome

habito o topo da lista
ataque terrorista
no estilo talibã
dá um salve pros maluco
maloqueiro no divã
filosofia até vã
aqui está meu arsenal

ideias que proliferam
e elevam nosso astral
pois a guerra é mental
invisível e letal
se prepare pro combate
no plano espiritual
na trincheira do real
nada parece normal
a coruja observa
o pirilampo passar mal

você será levado,
aliciado, convocado
a ter contato
com um fumo apertado
somente um dois
e será tragado
para um novo mundo
brevemente apresentado
sorrisos que veem, 
tristezas que vão
poucos vão controlar
muitos se perderão
e assim se inicia
mais um rito da ilusão
milhares de inocentes
espertos na contramão
que horror, por favor,
venha cá
quero lhe mostrar
onde irá parar
já que é "legalize"
só tem beneficio
por que algumas pessoas
ainda insistem que é vício?
além de natural
transmite a verdade
sensação de paz
de pura liberdade
no inicio é legal
parece até normal
fazer parte do grupo
e se achar o tal
caiu na arapuca
bote certo do inimigo
na porta de entrada
de cara bem recebido
abraço caloroso
e bem apertado
meu nome é prazer
você é meu convidado
aqui só tem chegado
sirva-se a vontade
aqui a casa é nossa
tudo em nome da amizade
não se senti sozinho
cercado de pessoas
sua vida preenchida
parece estar numa boa
na mão uma canoa
dixava do verdinho
aperta logo o play
taca fogo no fininho 
agora
vou lhe fazer uma pergunta
se quiser parar
tem dimensão desta luta?
para entrar é tragar
e só esperar
a onda bater
pra poder viajar
e para parar
se quiser parar
hahahahahahha
e para parar
se quiser parar
ahahahahahahah
só ganhou
o ingresso da entrada
o preço da saída
com certeza é mais cara
você disse que é da boa
e que era liberdade
agora quero sair
me conte toda verdade
onde estou
com quem estou
aonde vou
quem eu sou 
e caiu a máscara
assim tão de repente
e neste momento
se tornou consciente
para entrar é fácil
sair é difícil
onde está agora
a alegria do início?
e naquela festa
irei te encontrar
todo sorridente
com vontade de gritar
ahahahahaha
agora quer sair
e vem me perguntar
e para parar
se quiser parar
hahahahahahha
e para parar
se quiser parar
ahahahahahahah

cuidado,
 
você está sendo observado
e todos movimentos,
momentos monitorados
neste exato momento
cada segundo gravado
além da matéria
seu pensamento é filmado
 
cuidado
 
esteja sempre preparado
ninguém sabe a hora
e os tempos são chegados
 
cuidado
 
para não ser descuidado
e pela aparência
mais uma vez enganado 
 
cuidado
 
com quem
está do seu lado
pois nenhum perigo
deve ser ignorado
 
cuidado
 
para não ser alienado
não ter conhecimento
e ser só bem informado
 
cuidado
 
se não quiser ser devorado
e pela correnteza
das idéias levado
 
cuidado
 
com todos aliados
e tenha a certeza
poucos estão do seu lado
 
cuidado
 
quem é quem eu tô ligado
só cachorro louco
kamikaze vacinado
 
cuidado
 
com aquele chip implantado
será alienígena
ou inimigo disfarçado
 
cuidado
 
ao que lhe será ofertado
desde alimentos,
pensamentos preparados
 
cuidado
 
não acredite só nos fatos
além da ciência, dos sentidos
jogue os dados
 
cuidado
 
para não ser esmagado
pelo peso da vida
da rotina, do cansaço
 
cuidado
 
para nunca estar errado
pois a presunção
é o começo do fracasso
 
cuidado
 
principalmente no trabalho
um olho na missa
e outro no delegado
 
cuidado
 
para não ser enquadrado
pois nenhum ser vivo
possui o mesmo formato
 
cuidado
 
com o minuto utilizado
pois cada segundo
do seu tempo foi tomado
 
cuidado

para não cantar de galo
pois nenhum terreiro
admite papagaio

cuidado
 
pois já fomos avisados
a quem muito se deu
muito será cobrado
 
cuidado
 
com as pessoas a sua volta
muitas se dizem amigas
até você dar as costas
 
cuidado
 
com aquilo que falar
a palavra lançada
vazia não vai voltar
 
cuidado
 
para nunca tropeçar
mas se um dia cair
coragem pra levantar
 
cuidado
 
todo dia ao acordar
peça a proteção
a benção de Oxalá 
 
cuidado
 
até na hora de orar
tem que saber pedir
agradecer e louvar
 
cuidado
 
com aquilo que desejar
pois aquilo que pedir
é aquilo que terá
 
cuidado
 
quando for elogiado
pois o seu orgulho
manterá o ego inflado
 
cuidado
 
ao ser super valorizado  
e pela vaidade
futilmente contemplado
 
cuidado
 
ao ser questionado
sobre aquilo que pensa
a verdade fere o fato
 
cuidado
 
ao ser abordado
pois todo interesse
aparece camuflado
 
cuidado

nada será ocultado
pois perante a luz
tudo será revelado 

cuidado

para não ser confrontado
pois a consciência
tem ciência do ato

cuidado

Total de visualizações de página

GINO RIBAS MENEGHITTI

Escritor, Filósofo, Poeta, Ensaísta, Político, Rapper, Dependente Químico, Militante Ativo do PC do B, Técnico Administrativo do CEFET, Membro de Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos e Grupo Levanta de Novo. Ministra Palestras Gratuitas sobre Dependência Química e assuntos relacionados a Política, Educação e Cultura em Geral. Áreas de Interesse: Filosofia, Literatura, Psicologia, Psicanálise, Sociologia, Cinema, Música, Biografias, Dependência Química, Estudo das Artes e Religiões.

Blog Archive

Posts mais Lidos e Visualizados

Frases de Albert Einstein

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.

A imaginação é mais importante que o conhecimento.

Se A é o sucesso, então A é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada.

Follow by Email

Translate

Google+ Followers