latentes viagens

Este espaço é um experimento aberto, amplo, intuitivo e original. Liberto das amarras acadêmicas, sistêmicas e conceituais, sua atmosfera é rarefeita de ideias e ideais. Sua matéria prima é a vida, com seus problemas, desafios e dilemas. Toda angústia relacionada ao existir encontra aqui seu eco e referencial. BOA VIAGEM!

muitas vezes me perdi
poucas me encontrei
confesso honestamente
por esta vida passei
várias noites perdidas 
quantas foram viradas
andando sem destino
perdido pelas quebradas
vagando nos abismos  
com almas dilaceradas
guiados pelo vício
instintos da madrugada
vejo uma legião
novamente condenada 
pela noite iludida
pelo prazer devorada
corre sério perigo
sorrindo anestesiada 
neste jogo macabro
tornou-se carta marcada
a beira do precipício
uma vida desperdiçada

desvio do caminho
aumenta a caminhada
abrevia o destino
e leva a outra estrada
 pode estar apertada
no espelho estendida
a morte destilada
na garrafa consumida
trava a arcada, dilata pupila
com o nariz escorrendo
diz estar de bem com a vida
será que amanhã, 
terá alegre despertar
sem arrependimento
com coragem para olhar
no espelho da consciência
consigo se encontrar
pergunto de verdade 
com isso, onde quer chegar?
mentindo para si mesmo
quem você quer enganar
não dá para fingir
nem mesmo ignorar
dizer "não pega nada"
em nada irá mudar
sempre justificando
criando expectativas
sua visão de mundo
é limitada e reduzida
com a mente fechada
não visualiza a saída
esteve sempre aqui
para lhe ajudar
aceite sua presença
é hora de despertar
estenda sua mão
aceite o convite
tudo é possível
só por hoje 
não duvide!

Sou Filho da Justiça
Xangô meu Orixá
A vida é um livro aberto
Ninguém pode se ocultar
Cansado de me esconder
No vicio me camuflar
Sou livre por inteiro
Tenho asas, vou voar
Neste mundo passageiro
Contemplo meu despertar
O sino da consciência
Bate forte sem cessar
Minha alma entorpecida
Não se cansa de lutar
Ontem tive que cair
Só por Hoje levantar
Quantas mãos percebi
Tentando só me empurrar
Aos que torcem contra mim
Querendo me derrubar
Peço a Deus que lhes perdoe
Abençoe seu caminhar 
Pois a vida que eu levo
É a vida que irei levar
Prisioneiro do universo
Vaso ruim de quebrar
Protegido pelo verso
Repentista oracular
No caminho invisível
Que só eu posso trilhar
O passado é o futuro
No presente a se espelhar
Necessário é se perder
Para poder se encontrar
Meu destino é incerto
Mais rápido é devagar
Todo dia recomeço
Embelezo o meu pensar
Carrego a boa vontade
A chave para buscar
Conhecendo a mim mesmo
mente aberta pra aceitar
Se a verdade bate a porta
atendo e deixo ela entrar
por favor não se incomode
mas deixa meu EU pensar
no território da palavra 
forjado pra expressar
minha eterna derradeira
vontade de se elevar
tenho tempo, não dinheiro 
para quem necessitar
não financio crédito
ajudo a conquistar
sua palavra dada
agora quero provar
estou sempre
aqui por perto
pronto a te observar
cuidado com o que diz
para nunca tropeçar
seu amigo indiscreto
invisível veio avisar
que tu é responsável
por tudo que semear
seu desejo combustível
inflamável pode queimar
não duvide do poder
da arte de se encontrar
desvendo o seu mistério
seu silêncio singular
sou regente do universo
agente do transmutar
faço rimas canto versos
sorrio pra não chorar
se a tristeza chega perto
não deixo ela sentar
venha faça sua visita
e por favor logo se vá...

o final dos tempos
são chegados
felizes os despertos
os que sonham acordado
receberam o convite
prontamente aceitaram
muitos serão chamados
mas poucos escolhidos
bem aventurados
os mansos e os pacíficos
não importa sua raça
seu credo e sua crença
a sua nacionalidade
ou grau de inteligência
ignore sua idade
o seu nível social
a cor de sua alma
revela seu ser real
a morte nos nivela
principio espiritual
a verdade nos liberta
deste sono temporal
não olhe para trás
escute sem receio
siga sempre em frente
procure ser verdadeiro
uma dose de coragem
para se ver por inteiro
não precisa ter pressa
nem mesmo ansiedade
acalme sua mente
busque a serenidade
procure no silêncio
ouvir a voz do mundo
no interior de si mesmo
o mistério mais profundo
alguns já lhe disseram
outros lhe aconselharam
poucos foram aqueles
que de fato alcançaram
já não temos tempo
para guardar segredo
tudo será possível
aquele que não tem medo

admito no presente 
perante as revelações
revisão de ideias
conceitos, opiniões
traço planos, forjo metas
revejo resoluções
definindo estratégias
focado nas soluções
caminho destruindo
antigas concepções
cansado de incertezas
riquezas e ambições
disseco a natureza
propondo alterações
acredito com firmeza
nas minhas intuições
buscando a pureza
de palavras, intenções 
elevo o pensamento
entre mantras e canções
ecoa em mim mesmo
o poder das orações
no inicio era o Verbo
profetas e previsões
na gênese do universo
o mito das criações
depois do crucifixo 
catequese e sermões
genocídio coletivo
dizimaram milhões
vários índios convertidos 
entre balas e canhões
império de dogmas
vitória das missões
Copérnica descoberta
instaura as revoluções
amplia o sistema
redimensiona visões
verdadeiros dilemas
dividem opiniões
de um lado a Igreja
do outro as reflexões
vários ritos seculares
atravessam gerações
de Galileu a Heisenberger
a cruz arrasta nações
quantos Giordano Bruno
na fogueira das paixões
o universo da ciência
transcenderá dimensões
frequência alternativa
energiza novos padrões
o fim de certos mistérios
segredos e dissenções
a verdade vem a tona
sinta em si as vibrações

olhos
tingidos
de sangue
 
realidade:
mundos
paralelos
 
a vida
estável
é sempre 
insegura
 
 nosso 
fim
pode
estar
perto

Total de visualizações de página

GINO RIBAS MENEGHITTI

Escritor, Filósofo, Poeta, Ensaísta, Político, Rapper, Dependente Químico, Militante Ativo do PC do B, Técnico Administrativo do CEFET, Membro de Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos e Grupo Levanta de Novo. Ministra Palestras Gratuitas sobre Dependência Química e assuntos relacionados a Política, Educação e Cultura em Geral. Áreas de Interesse: Filosofia, Literatura, Psicologia, Psicanálise, Sociologia, Cinema, Música, Biografias, Dependência Química, Estudo das Artes e Religiões.

Blog Archive

Posts mais Lidos e Visualizados

Frases de Albert Einstein

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.

A imaginação é mais importante que o conhecimento.

Se A é o sucesso, então A é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada.

Follow by Email

Translate

Google+ Followers