latentes viagens

Este espaço é um experimento aberto, amplo, intuitivo e original. Liberto das amarras acadêmicas, sistêmicas e conceituais, sua atmosfera é rarefeita de ideias e ideais. Sua matéria prima é a vida, com seus problemas, desafios e dilemas. Toda angústia relacionada ao existir encontra aqui seu eco e referencial. BOA VIAGEM!



diante de um mundo repleto de ilusões
minha vida é movida por vãs especulações
alucinãções que vieram como aviso
me mostrando de frente a face do inimigo
perigo cuidado com o poder da foice
afie seu machado para evitar o açoite 
nunca conheci a verdadeira felicidade
não sou deste planeta,
deste mundo não faço parte
infelizmente são muitas ambições
fantasias imaginárias e vis distrações
não se iluda com as falsas necessidades,
se conserve livre, solto e a parte
a margem e distante é mais fácil observar o erro
persigo o limite, o corpo é o nosso freio
nunca duvide das sensações promovidas pelo sentido
mas nunca imagine que a vida é só isso
cercado de anjos, políticos e vampiros
erga o cálice e agora lhe convido
para sentar no banco da humildade
esqueças as diferenças,
classificações de classe
permita-se por apenas mais algum segundo
pensar e sentir que no futuro será mudo
telepatia é a nova conversa espiritual
o silêncio é o começo do homem universal
vim de longe e reconheço minhas quedas
cada ferida viva minha luta representa
não tenho mágoa , nem mesmo rebeldia
sou obsidiado por apenas uma idéia fixa
liberdade, igualdade e o mínimo de justiça
mas me diga onde estão agora seus valores
se não vive uma vida preenchida por amores
eu sei que é difícil, quase impossível acreditar 
mas toda energia pensamento está no ar
basta paciência, calma e crença para observar
um mundo que irá se abrir além do altar
ajoelhado perante falsas concepções
não se percebe refém de suas próprias ilusões
coma carne, invente um novo cenário
mas veja no espelho o seu regime arcaico, precário
de que adianta se nutrir de inveja
se para todo mundo só sobra o fim da festa
eu já estive sentado sozinho
tentando dizer a deus o quanto acredito
mas não foi suficiente para obter a salvação
tive que esquecer de mim e olhar para o irmão
sua vida não passa de um sopro, um segundo
e no final de tudo, todos giram no absurdo
se eu sou louco e vocifero bobagens
na esquina da vida já vi muitas pilantragens
reconheço meus erros, atitudes, desacertos
mas não vim a tôa vivo no desassossego
homens se esquivam de sua missão
não conseguem divisar a fronteira do sermão
então até quando iremos no calar
porque não podemos um novo mundo imaginar
mas só isto não basta é preciso recriar
um novo sentido, além dos abismos
assumindo compromisso,
no futuro veremos cristo.

Total de visualizações de página

GINO RIBAS MENEGHITTI

Escritor, Filósofo, Poeta, Ensaísta, Político, Rapper, Dependente Químico, Militante Ativo do PC do B, Técnico Administrativo do CEFET, Membro de Alcoólicos Anônimos, Narcóticos Anônimos e Grupo Levanta de Novo. Ministra Palestras Gratuitas sobre Dependência Química e assuntos relacionados a Política, Educação e Cultura em Geral. Áreas de Interesse: Filosofia, Literatura, Psicologia, Psicanálise, Sociologia, Cinema, Música, Biografias, Dependência Química, Estudo das Artes e Religiões.

Posts mais Lidos e Visualizados

Frases de Albert Einstein

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.

A imaginação é mais importante que o conhecimento.

Se A é o sucesso, então A é igual a X mais Y mais Z. O trabalho é X; Y é o lazer; e Z é manter a boca fechada.

Follow by Email

Translate

Google+ Followers